Seja bem vindo ao nosso Galpão Virtual!

Mais oigalê tchê!

Como é bueno de fato
Os viventes viverem entreverados, tropeando Juntos na mesma direção.
É como um chuvisqueiro fino que, despejado pelo chucro minuano,
Vem rebenquear a aba do chapéu do tchê Arão,
que se arreia até a Barba, molhando as franjas do seu pala.
É como uma chuva mansa do cerro de Hermon,
Que serpenteia até as coxilhas de Sião

Porque ali, o Patrão Maior, ordenou a benção e a vida que hoje reponta toda a gauchada do oriente ao Ocidente, com a mesma devoção.
“Salmo Gaúcho criado pelo Irmão Maxsoel Bastos de Freitas para as Sessões da Loja Temática Gaúchos Templários, do GORGS”.

IIª Sessão a Campo - Uruguaiana/RS

FRATERNIDADE GAÚCHA (Léo Ribeiro)

Por gostar da tradição

deste rincão campechano,

por trazer de muitos anos

o pago no coração

foi que um grupo de Irmãos,

homens de brio, competentes,

pediram ao Grande Oriente

do Rio Grande, nosso estado,

que lhes fosse autorizado

gauderiar oficialmente.   

E o Piquete ganhou vida.

Tal qual rojão de garrucha

o Fraternidade Gaúcha

se esparramou de saída.

Cada peão com sua lida,

cada lida uma missão,

igual Cadeia de União

convergiram os pensamentos

dentre as colunas do templo

e o santa-fé do galpão.

Que noitada hospitaleira,

que ideia tão brilhante

que partiu do Bustamente

e sua turma companheira.

Os matizes das bandeiras,

os violões em sonidos,

o reencontro de amigos,

cantigas de atavismo,

são recuerdos, telurismo,

que sempre guardo comigo.

Venha também, meu Irmão,

fazer parte deste enlace

onde a palavra de passe

é um “tchê” chinchando as mãos.

Vem fazer tua iniciação

neste terrunho ritual

de bombacha, de avental,

de chapéu ou de capuz

onde o Patrão é a luz

e o nó do lenço é um Sinal.

E o Grão-mestre, um mineiro,

com alma de rio-grandino

e um guerreiro, o Fermino,

abraçaram por inteiro

a causa destes Obreiros

na sua forma mais pura:

integrar uma cultura

forjada nas sesmarias

com aquela Maçonaria

que vem lá das escrituras

Como primeiro legado

da gaudéria confraria

um festival de poesias

nasceu taludo, encorpado.

Evento qualificado,

foi um brazão, referência.

Vates da mais pura essência

do lirismo desta terra

rimando amores e guerras

versejando esta querência.

Mas vai além o ofício

deste Piquete templário

já que o nosso relicário

requer fibra e compromisso.

Se gauchismo é um vício,

semear Acácia é nobreza,

vamos tropeando as riquezas

que estas artes proporcionam

mesclando as gaitas choronas

rio-grandenses e escocesas.

 

 

 


O Grupo Tradicionalista Fraternidade Gaúcha é um órgão do Grande Oriente do Rio Grande do Sul, para divulgação da cultura e tradições do Rio Grande junto à comunidade maçônica.

Fraternidade Gaúcha conduzindo a Sessão Farroupilha – Edição Litoral – À Galpão – Fechada – Linguajar Adaptado -Loja Anfitriã: Afonso Emílio Massot –  Xangri-lá/RS – 13 de Janeiro de 2020

 Fundação São João e Grupo Tradicionalista – Piquete Fraternidade Gaúcha – UMA PARCERIA DE MUITO FUTURO!

No dia dezoito de novembro de 2019, na sede da FSJ, o presidente Renato Dornelles, acompanhado dos Vice Presidentes de Relações institucionais, André Luís Moura e de Finanças, Tabajara Bregão, entregaram espaço que foi cedido ao Grupo Tradicionalista-Piquete Fraternidade Gaúcha, braço cultural do GORGS. Na ocasião o Primeiro Capaz Maxsoel Bastos de Freitas, representando o Patrão Paulo Ricardo Cremer, recebeu simbolicamente, a chave da sala destinada ao Piquete, que agora estará melhor acomodado com sua secretaria e local para reuniões.

NOTÍCIAS

Apoiadores Culturais

Curta nossa página no Facebook Clique aqui:

Ouça a Rádio Gorgs